Blog

Plannexo: gestão de estoque eficiente

Sabemos que o nível de compras de urgência é um indicador fundamental para o sucesso das finanças de uma instituição de saúde. Neste post, vamos discutir algumas medidas que lhe ajudarão a alcançar índices satisfatórios para uma gestão inteligente do seu estoque.

Primeiramente, é importante relembrarmos o conceito de compras emergenciais. Ele define as compras realizadas com lead time (tempo de entrega) inferior ao que o fornecedor oferece como padrão. Por exemplo: Se o seu fornecedor trabalha com um prazo de entrega de dez dias úteis e você precisa do produto em nove, essa compra já pode ser considerada emergencial, abrindo margem para que o fornecedor eleve o preço do produto.

Um hospital de referência trabalha com um índice de aproximadamente 1,5% de compras de urgência, sendo saudável mantê-lo em torno de 3%. O cenário das instituições brasileiras está, em média, bem acima disso, algo extremamente preocupante para o nosso setor. Um alto nível de compras emergenciais está diretamente relacionado à ausência de um planejamento eficiente. Falta de organização acarreta em altos gastos na gestão de estoque e até mesmo na falta de materiais importantes para o abastecimento da instituição.

Conhecendo os indicadores de planejamento de estoques de sua instituição, você compreende as consequências financeiras que estão impactando seus resultados.

A seguir, vamos explorar um pouco mais os desafios da gestão de estoque e de que forma o seu gerenciamento eficiente pode contribuir para os resultados financeiros e operacionais das instituições de saúde.

A importância da gestão do estoque

O planejamento e a gestão de estoques é uma tarefa complexa e a sua ausência ou má execução podem resultar em problemas que afetam toda a cadeia de suprimentos em um hospital. Destacamos alguns deles:

Grande volume de solicitação de compras: compras sob demanda e sem planejamento provocam um alto número de solicitações para a área de compras, inviabilizando um controle de quanto está sendo comprado e quanto está sendo consumido.
Elevado índice de compras de urgência: Como mencionado no início do texto, os hospitais, normalmente, trabalham com um índice entre 1,5% e 3% de compras de emergência, variando de acordo com a falta de planejamento e gestão do estoque disponível.
Falta de produtos: A falta de planejamento eficiente do estoque pode provocar também a indisponibilidade de produtos, impactando diretamente a operação do hospital e o paciente.
Stress operacional: Esforço extremo causado por operações manuais.
Ausência de planejamento integrado: Falta de clareza de como funciona o negócio, impossibilitando uma visão mais estratégica do negócio e das metas a serem alcançadas.

Sabemos que a solução de planejamento Plannexo pode lhe ajudar! Entenda mais sobre as funcionalidades:

A solução Plannexo atua diretamente na gestão de suprimentos. Ela otimiza a rotina operacional do planejamento de estoques e apontando diretrizes que vão nortear de forma eficaz as decisões que devem ser tomadas. Entenda nos próximos passos as principais funcionalidades e características da ferramenta:

1. Integração de dados com o ERP;
2. Cálculo da previsão estatística para cada item: dar velocidade para o gestor no momento da tomada de decisão;
3. Parametrização de políticas de estoque: inserir restrições operacionais e estratégias macro para cada grupo de produtos;
4. Dashboard de indicadores de estoque que expande dados em relatórios gerenciais completos e totalmente personalizados (incluindo itens urgentes, ordens atrasadas entre outros);
5. Ajuste de histórico: retirada de pontos fora da curva.

Vantagens que o Plannexo traz para a sua instituição

Fazer o uso de uma solução que centraliza e automatiza os processos de gerenciamento de estoques traz benefícios estratégicos para a instituição. A solução Plannexo atua diretamente em todo o processo que envolve os suprimentos, com visibilidade e inteligência, contribuindo para minimizar os problemas de gestão de estoques apresentados acima. O Plannexo garante:

– Redução de 20% a 70% das compras emergenciais;
– Economia financeira e de tempo;
– Fim do desperdício de insumos;
– Melhoria no nível de serviço;
– Automatização, velocidade e transparência em todo o processo.

Você já deu o primeiro passo entendendo as necessidades de sua instituição para um planejamento sólido em automatização e gestão dos processos de insumos hospitalares. Entre em contato com nossa equipe de especialistas, faça um diagnóstico personalizado da sua instituição e saiba como gerar eficiência na gestão de estoque da sua organização.

Para saber mais sobre a solução Plannexo, clique aqui e acesse nosso site!