Blog

Como controlar as sazonalidades no estoque de um hospital?

Todo negócio apresenta épocas do ano em que seus serviços ou produtos são mais procurados. Da mesma forma, a demanda por suprimentos em uma instituição de saúde também apresenta mudanças anuais. Assim, no que se refere à gestão de estoque de um hospital, a sazonalidade está relacionada a padrões de oscilação na demanda de itens, os quais se repetem dentro de um determinado período de tempo e que passam a se tornar previsíveis. Esses intervalos, por sua vez, podem ser definidos em dias, semanas, meses ou trimestres.

No caso dos hospitais, a procura por serviços geralmente se acentua devido às mudanças climáticas, uma vez que estas influenciam na ocorrência de epidemias. Em meses quentes, podem existir surtos de dengue; já em meses mais frios, o que aumenta é a ocorrência de problemas respiratórios. Entretanto, isso depende de cada instituição. Em clínicas especializadas, por outro lado, vemos uma situação em que a procura pode crescer por razões distintas.

De qualquer forma, compreender como a sazonalidade afeta o seu negócio e, consequentemente, a aquisição de produtos faz com que a sua empresas seja capaz de se preparar com antecedência para as variações de demanda.

Conhecer os diferentes padrões espalhados pelo ano permite otimizar de maneira estratégica os níveis de estoque do hospital. Isso garante que não existam custos adicionais desnecessários por causa da compra em excesso de suprimentos, ou, especialmente, o comprometimento das operações e da qualidade de atendimento ao cliente devido à falta de materiais.

Como preparar o estoque do hospital para mudanças sazonais?

A partir disso, para que possamos ter controle sobre essas variações, é importante ter acesso a dados que possibilitem entender como as diferentes épocas do ano afetam o seu negócio. Assim, ter acesso a dados regulares e confiáveis é fundamental.

Muitos hospitais e clínicas fazem uso de softwares que auxiliam no controle geral das operações, pois o método manual de controle raramente atende à complexidade das operações em instituições de saúde. Daí o uso de plataformas automatizadas para rastrear eventos médicos, diagnósticos, preferências da equipe cirúrgica, aquisições, satisfação do cliente, contas a pagar, reembolsos, entre outros processos. E é justamente através dessa tecnologia que podemos ter acesso a dados valiosos que permitem a realização da previsão de demanda.

Softwares destinados ao controle de estoque de hospitais são especialmente vantajosos. Afinal, uma vez que todos os produtos são monitorados por esses sistemas, fica fácil perceber quando existe variação na movimentação dos mesmos. Assim, você passa a ter uma visão clara das necessidades de inventário.

É através de informações consistentes que podemos realizar propriamente o gerenciamento do estoque, tanto em hospitais como em qualquer outra instituição. Dessa forma, sua organização poderá de fato se preparar para as mudanças que estão por vir!