Blog

5 estratégias para uma equipe de vendas mais eficiente para o setor da saúde

Quando a equipe de vendas de uma empresa não apresenta o resultado esperado e não alcança cotas preestabelecidas, é simples presumir que o time não está se esforçando como o esperado. No entanto, é muito provável que isso não seja verdade. Existem outras variáveis que devem ser consideradas em um processo de vendas, que vão muito além da análise individual de cada vendedor.

Neste artigo, vamos conhecer 5 estratégias importantíssimas que vão te ajudar a ter uma visão mais estratégica do processo de vendas da sua empresa. Um processo integrado, além de contribuir para melhores resultados, manterá a sua equipe cada vez mais motivada e focada em resultados.

1 – Envolvimento do gestor com os colaboradores

Muitos especialistas concordam que o desempenho de um colaborador depende de questões que não decorrem somente do próprio esforço e dedicação de cada funcionário.

Entre esses fatores estão o ambiente de trabalho, o envolvimento do gerente com a equipe, treinamentos, recompensas, feedbacks construtivos e a cultura da corporação.

Em uma equipe de vendas, o envolvimento do gestor em todo o processo é ainda mais estratégico. Quando um gerente tem consciência do quão importante é capacitar, motivar e recompensar seu time pelo trabalho bem feito, e não mede esforços para colocar cada um desses pontos em prática, a resposta é imediata. Com os incentivos corretos, a equipe passa a trabalhar de maneira mais motivada e com maior eficiência.

Ao buscarmos o sucesso para a nossa empresa, devemos mostrar aos nossos colaboradores que eles são uma parte indispensável do todo e que sempre crescerão juntos conosco.

2 – Integração entre departamentos

Para a venda acontecer de maneira eficiente, a comunicação entre as áreas também precisa ser eficaz. Se dentro da equipe de vendas ela gera confiança e melhora o trabalho em equipe, o mesmo acontece com toda a organização. Os diferentes setores passam a compartilhar informações precisas entre departamentos, resultando no aumento de produtividade e competência operacional.

Caso a integração organizacional não seja eficiente, o departamento de vendas pode, por exemplo, perder negócios já fechados. Isso acontece pois o time de manufatura não estava ciente do aumento da demanda de produtos. Por isso, a falta de troca de informações influencia, e muito, no resultado obtido entre todos os departamentos.

Além disso, com o avanço da tecnologia e o crescimento do mercado digital, todos os setores passaram a ter um contato maior e mais direto com o consumidor. Quando as diferentes equipes não estão coordenadas entre si, compartilhando das mesmas informações sobre cada cliente, o atendimento a esses usuários é prejudicado e oportunidades de vendas podem ser perdidas facilmente (falaremos mais a respeito no próximo tópico!).

3 – Estar sempre atualizado com as tendências e regulamentações do mercado

Um time de vendas de sucesso deve conhecer a fundo o mercado em que atua. Esse fato fica mais evidente em um contexto tão particular como o da saúde. Vender para instituições de saúde exige um grande cuidado no que diz respeito a atualizações e regulamentações. Um bom exemplo disso está na venda de medicamentos, a vida útil desse tipo de produto é curta, causando possíveis descontinuações. Por isso, manter-se atualizado e antenado ao mercado é fundamental para manter-se à frente dos concorrentes.

Ao manter-se atualizado, o colaborador realiza seu trabalho com maior eficiência e evita erros que tornem o processo de venda mais lento, comprometendo assim os resultados almejados pela instituição.

4 – Fornecer sistemas integrados que automatizam processos manuais

É fundamental que as equipes de vendas sejam contempladas com ferramentas que as auxiliem em processos morosos e excessivamente manuais. Um exemplo disto é a integração do ERP (Sistema Integrado de Gestão Empresarial) com o CRM (Customer Relationship Management). Com sistemas integrados, notamos dois tipos de ganhos principais:

Operacionais:

– Automatização do processo de resposta de cotação;
– Filtros que permitem análises mais eficientes e direcionadas;
– Menor foco em atividades operacionais, permitindo uma atuação mais estratégica dos vendedores.

Estratégicos:

– Acesso a demandas de cotação;
– Armazenamento de informações de mercado;
– Histórico de negociações;
– Análises de Market Share, tendência de preços, margem, rentabilidade e etc.

Portanto, podemos dizer que informações centralizadas e integradas contribuem para formar equipes de venda mais antenadas e estratégicas.

5 – Gerar oportunidades de negócios a partir de informações e dados

Utilizar informações estratégicas e confiáveis durante o processo de tomada de decisão é fundamental para o sucesso em qualquer ramo de atuação. Em vendas, isso fica ainda mais evidente.

Propiciar ao seu time dados e relatórios estratégicos do mercado em que atua irá ajudar os seus vendedores a construírem argumentos mais embasados. Isso gera maior valor aos clientes e prospects e, consequentemente, aumenta as chances de fechar negócio.

Com a realização de um diagnóstico completo, é possível realizar uma análise estratégica do mercado e do próprio desempenho do seu time. Isso ajudará o gestor a traçar as melhores estratégias e até mesmo revisar o portfólio de produtos oferecidos, por exemplo.

Contar com uma equipe de vendas estratégica é essencial para obter resultados satisfatórios em sua instituição. Dedique um tempo para planejar e implementar as ações mencionadas neste artigo e aumente a eficiência do seu time.