Blog

5 dicas para controlar os gastos da sua clínica!

Clínicas e demais instituições da saúde são empresas tão preocupadas com suas receitas e despesas quanto qualquer outro negócio. Esse fluxo afeta não apenas o bem-estar financeiro da organização, mas também o serviço prestado aos pacientes. Por isso, uma gestão eficaz deve ser o componente central para qualquer tentativa de controle de gastos, para assim se manter ou mesmo elevar seu desempenho.

Com isso em mente, nós listamos 5 dicas para que os gastos na sua clínica sejam melhor controlados. Como perceberá, uma boa gestão acompanhada de decisões inteligentes são decisivos!

1. Orçamento hospitalar

Planejar o orçamento é o primeiro passo necessário para se ter controle sobre os gastos. Seja qual for o tamanho da sua empresa, ou o tempo em que ela está ativa no mercado, se o orçamento da sua clínica não for feito, o seu negócio inevitavelmente irá passar por uma série de problemas financeiros no futuro.

É por meio de um orçamento cuidadosamente construído que sua empresa pode acompanhar continuamente como está financeiramente. A partir disso, planejamentos estratégicos podem ser melhor elaborados tendo em vista desde custos operacionais atuais até uma potencial expansão. É, portanto, um processo essencial para a manutenção e desenvolvimento organizacional.

2. Planejamento e controle

Depois de ter-se definido o orçamento, é necessário colocar o que foi previsto em prática com medidas e ações necessárias. Isso será feito com planejamento e controle. Por um lado, estarão as estratégias e os parâmetros de trabalho que devem ser realizados para direcionar as operações. De outro, os pontos de controle, fundamentais para que as atividades previstas sejam executadas corretamente. Assim é possível corrigir desvios antes que tenham qualquer efeito prejudicial sobre o orçamento pré-estabelecido.

Dessa forma, o orçamento está preocupado principalmente com as funções de planejamento e controle administrativo. A união de ambos é a maneira mais direta de se evitar desvios na gestão e melhor controlar gastos. Por isso, é essencial certificar-se constantemente se os resultados condizem com os planos.

3. Invista em pequenas formas de economia

Com planejamento e criatividade você poderá encontrar diversas maneiras para controlar gastos e economizar. Pequenas mudanças, que em um primeiro momento não parecem significativas, podem ter efeitos surpreendes ao fim de cada mês.

Pensemos no uso de energia eficiente, por exemplo. Trocar lâmpadas comuns por lâmpadas eficientes já trás uma grande diferença. Se luzes desnecessárias também forem retiradas e interruptores forem utilizados conscientemente, o corte na conta é bastante relevante – uma vez que até mesmo no ambiente residencial a diferença pode ser percebida.

Além disso, com os avanços tecnológicos, sempre é possível optar pela aquisição de equipamentos que consomem menos energia!

4. Negocie com os fornecedores

Se a sua empresa realmente está em busca de melhor controlar os gastos, você deverá estar disposto a discutir preços com seus fornecedores a fim de garantir a máxima eficiência e transparência. Dependendo do fornecedor, a negociação pode ser bastante tranquila e benéfica para ambos os lados.

Antes, porém, é fundamental avaliar com cuidado a importância de um fornecedor específico dentro do seu ciclo de serviços. Ele fornece ferramentas ou materiais indispensáveis? Você poderia encontrá-los em outro lugar ou esse provedor é único?

Depois de reunir informações importantes para a negociação, converse individualmente com cada um desses fornecedores de modo a propor algo que seja mutuamente lucrativo. Ademais, saiba selecionar bem as empresas com quem faz negócio. Além de mais seguro, com o tempo parcerias podem ser formadas, garantido assim confiança, eficácia e contratos mais vantajosos.

5. Invista em tecnologia para melhor controlar gastos

Soluções tecnológicas são desenvolvidas e aplicadas para diversos fins, facilitando inúmeras tarefas diárias, das mais simples às mais complexas. Muitas instituições do setor da saúde já presenciam efeitos positivos em seus resultados financeiros e operacionais graças à aplicação inteligente dessa tecnologia. Ela é capaz de transformar a rotina de alguns dos maiores direcionadores de custos médicos.

Vejamos como esse investimento pode auxiliar no controle de gastos:

Automação de tarefas administrativas

Tempo perdido leva à recursos desperdiçados. Tarefas administrativas costumam ser repetitivas e consomem tempo. Logo, automatizá-las significa reduzir consideravelmente o número de horas que colaboradores gastam com tarefas pequenas e que não agregam valor à organização.

Além disso, a medida também otimiza o atendimento aos pacientes, pois médicos também acabam gastando tempo com tarefas administrativas. Ele poderiam ser usado para atender mais e melhor!

Uso de aplicativos de agendamento e entrega de exames online

Com o uso de aplicativos de agendamento, os recursos humanos passam a ser alocados com eficiência, já que funcionários não consumirão mais boa parte de seu tempo lidando com ligações, agendamentos e confirmações de consultas. Assim, enquanto pacientes têm uma forma mais prática de agendar seus horários, sua clínica polpa com horas extras ou contratações temporárias.

A opção de entrega de resultado de exames digitalmente, por outro lado, ajuda a controlar gastos com impressão, papel, energia e tempo também.

Gestão de estoque eficiente e descomplicada

Uma gestão de estoque automatizada envolve a análise constante da cadeia de suprimentos, mantendo dados sempre atualizados à medida que considera fatores importantes para um controle eficiente. Tais como a data de validade de medicamentos, vida útil de equipamentos, quantidade em inventário, entre outras informações.

Dessa forma, sua empresa terá facilidade em manter no seu inventário a quantidade certa de itens para atender às necessidades diárias das operações e dos clientes. O desperdício é reduzido, o tempo é poupado e os gastos são melhor controlados.

Podemos ver com clareza, portanto, que a automação é componente essencial para uma maior economia, gerando também mais lucros para a sua clínica!

Gostou das dicas? Não deixe de colocá-las em prática o mais rápido possível. Você será capaz de perceber uma diferença significativa!