Blog

5 dicas de como deixar a sua cadeia de suprimento impecável!

O bom gerenciamento da cadeia de suprimentos compreende garantir que exista um fluxo eficiente, tanto de bens quanto de serviços. Assim, tal processo envolve um conjunto de etapas que começam desde a aquisição até o momento em que esses itens são entregues ao cliente.

Logística, escolha de fornecedores, negociações, controle de inventário… É fácil entender porque a cadeia de suprimentos representa um papel crucial mas bastante complicado nas operações de qualquer tipo de negócio. Por isso, neste artigo reunimos 5 dicas para que a sua empresa possa otimizá-la, garantindo, assim, o sucesso dos processos!

1. Fornecedores em qualidade e variedade

A escolha de fornecedores é a primeira etapa responsável por impulsionar o restante da cadeia de suprimento. Isso significa que o sucesso do restante das operações depende diretamente da capacidade da sua instituição de encontrar os fornecedores certos.

Não se trata apenas do custo envolvido. O mais importante é selecionar fornecedores confiáveis. Caso estes não cumpram com suas obrigações – tanto no que diz respeito à qualidade dos produtos quanto no que se refere ao cumprimento de prazos de entrega -, sua empresa sofrerá consequências significativas, as quais serão refletidas em todo o restante da cadeia de suprimentos. Logo, seus clientes também serão afetados.

Dessa forma, é essencial fazer uma pesquisa completa a fim de selecionar empresas de forte reputação, capazes de sempre manter altos padrões de qualidade e compromisso.

Entretanto, não limite a lista a somente um fornecedor para cada produto. Imprevistos podem acontecer a qualquer momento, então mesmo que a empresa seja confiável não é seguro depender exclusivamente de seus serviços. E, além disso, ainda que o preço não seja o principal ponto, a variedade permite que os melhores preços sejam selecionados e negociados.

2. Comunicação eficiente

Dentro de uma cadeia complexa de relações, é impossível que esta seja mantida sob controle se não houver uma comunicação eficiente durante todo o percurso.

Os erros mais graves de comunicação ocorrem entre as instituições e os fornecedores, devido à crença ilusória de que a aquisição desses bens se resume a um simples contato de compra e venda quando, na verdade, a relação é muito mais complexa do que isso – como já foi possível ver anteriormente. É através da troca constante de informações que podemos, por exemplo, determinar prazos, resolver problemas de maneira eficiente para ambos os lados, ou mesmo estabelecer parcerias valiosas.

Ademais, a comunicação entre os processos internos são de igual importância e não deve ser negligenciada, pois uma cadeia de suprimentos de sucesso depende da integração de todos os setores envolvidos. Ter, por exemplo, o setor de gerenciamento de inventário diretamente relacionado ao departamento de compras confere mais rapidez na tomada de decisões, além de proporcionar uma segurança maior ao evitar a falta de suprimentos ou excesso dos mesmos.

Para alcançar esses objetivos, é necessário adotar uma comunicação transparente e constante. O desafio é grande, especialmente devido à complexidade da cadeia de suprimentos, porém é essencial para o sucesso das operações.

3. Basear decisões em dados concretos

No cenário atual, cresce rapidamente a quantidade de empresas que baseiam suas decisões em dados consistentes. De fato, não é de hoje que uma gestão fundamentada em achismos resulta em perdas financeiras significativas.

Então, mesmo em pequenas instituições, o melhor a se fazer é sempre coletar, analisar e aplicar informações concretas nas diversas decisões tomadas dentro do negócio, inclusive no que diz respeito à cadeia de suprimento!

4. Análise de resultados

Como mencionamos, parte de uma gestão inteligente inclui analisar dados. Isso compreende, obviamente, não apenas os dados externos de mercado, por exemplo, mas as informações dos processos da própria empresa. Portanto, é essencial levar em consideração os dados do negócio para se formular estratégias de sucesso para o futuro. Afinal, trata-se de uma medida básica avaliar o que está dando certo e o que pode ser aprimorado ou descartado!

A complexidade envolvida na cadeia de suprimentos pode, entretanto, tornar essa uma tarefa desafiadora. Por isso, o recomendado a se fazer é encarar cada uma das etapas referentes a esse processo separadamente. Assim, pode ser positivo aplicar índices de performance voltados para operações específicas, como as de logística, ou fazer uso de um controle de fornecedores individual.

Além disso, não se esqueça também da visão global da cadeia de suprimentos. Através de dados isolados, você pode fazer comparações a fim de obter uma melhor perspectiva sobre o todo. Se sua instituição tem, por exemplo, problemas de falta de itens no inventário, é válido verificar a velocidade com que as entregas são realizadas pelos fornecedores, ou se há um aumento na demanda desses produtos!

A análise de resultados deve ser constante. O êxito em estabilizar a cadeia de suprimentos não é sinal para que a implantação de melhorias seja interrompida. É imprescindível monitorar e avaliar processos constantemente para que sejam eficazes.

5. Invista em tecnologia de maneira inteligente

Inovar é parte integrante de negócios que permanecem relevantes no mercado. E tendo em vista o impacto da cadeia de suprimento para o sucesso da sua instituição, podemos inferir que as inovações não devem ser pensadas apenas em questões que possuem contato direto com o público.

Por isso, considere aprimorar também as etapas referentes à cadeia de suprimentos. A adoção de tecnologia acelera processos e torna a rotina mais produtiva ao descartar métodos manuais que, além de dificultar o controle geral, também tornam pouco confiáveis e suscetíveis a erros procedimentos tão caros à qualidade final entregue pela organização.

Um ótimo exemplo de aprimoramento tecnológico é a automação sobre o controle de estoque. Existem softwares que permitem não só o monitoramento constante sobre cada produto, mas também torna possível ter acesso a uma ampla gama de fornecedores em uma única plataforma. Então, além de ter acesso a dados valiosos que facilitam a tomada de decisões – uma vez que essas soluções coletam informações constantemente -, você também pode tornar o gerenciamento da cadeia de suprimentos mais seguro, integrado e eficaz!

Caso queira saber mais sobre essas soluções, acesse este link! Assim você pode entender melhor como se beneficiará com o uso da tecnologia – recurso essencial para que empresas possam lidar com processos tão complexos como a cadeia de suprimentos!